Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
 
  • jul 31 2014

    Métodos de Implementação do Bematech NFC-e LITE/PRO (Plataforma Fiscal)

     Primeiramente vamos explanar o método de acesso ao ECF. A Aplicação Comercial utiliza o middleware Bematech para os ambientes Windows ou Linux e utiliza linguagem de alto-nível para implementar os comandos do ECF e atender a legislação do PAF-ECF. Este método é bastante rápido de implementar na aplicação.

    Outra forma de acessar o ECF é fazendo o acesso direto à porta de comunicação, escrevendo os frames de comunicação em hexadecimal, o que torna o processo de integração um pouco mais lento.

    De qualquer maneira, a sua aplicação PAF-ECF já deve utilizar uma destes dois métodos de integração, pois já está instalado em seus clientes.

    Para utilizar a Plataforma Fiscal com as novas tecnologias SAT e NFC-e você pode utilizar dois métodos distintos:

    • Modo de compatibilidade com o ECF, ou

    • Acesso direto (DLL NATIVA / XML).

    Vou descrever primeiramente o modo de compatibilidade e em seguida o modo de acesso direto.

    O modo de compatibilidade utiliza a mesma forma de acesso a um ECF, pois a Bematech colocou um ECF Virtual no seu middleware, de forma que este responderá à aplicação como se fosse um ECF, mas realizará a operação de SAT ou NFC-e, conforme estiver definido no arquivo de configuração (.ini).

    Será necessário implementar um novo comando de venda de item Bematech_FI_VendeItemCompleto(), pois estas tecnologias exigem mais informações para realizar a venda do item.

    O ECF Virtual comunica-se com o Fiscal Manager que é o módulo responsável por realizar a operação de venda através do novo hardware, no caso do SAT, ou através dos servidores do fisco para o caso da NFC-e.

    O Fiscal Manager realiza inclusive a contingência da transação, ou seja, se o servidor do fisco não estiver disponível ou se a comunicação internet d aloja não estiver operando, o Fiscal Manager faz a venda no modo de contingência, imprimindo o DANFE. Logo que a conectividade com o Fisco retorne, o Fiscal Manager envia a transação ao Fisco, sem a necessidade de qualquer intervenção pelo operador do check-out.

    O Fiscal Manager também pode enviar os dados ao Fiscal Cloud, desde que o serviço seja contratado (somente na versão NFC-e PRO). Este serviço armazena na nuvem todas as transações por tempo indeterminado e permite gerar relatórios de reconciliação do SPED e informações de BI, tais como: resultados consolidados de lojas, item mais vendido por loja, caixa e horário, entre outros.

    O método de compatibilidade preserva as funções e relatórios do ECF, ou seja, a aplicação comercial pode emitir uma Leitura X ou Redução Z como sempre fez, desde que isto seja necessário para a operação do check-out. As impressões de cupom vinculado do TEF funcionam da mesma forma, fazendo com que a aplicação não necessite de nova homologação junto às bandeiras.

    O método de compatibilidade permite que a swhouse coloque sua aplicação com NFC-e/SAT no seu cliente com rapidez, baixo custo e com quase nenhuma alteração em sua aplicação.

    Abaixo esta descrito o mode de acesso direto. Este modo permite que as swhouses que já possuam um gerador de XML para NFC-e, enviem este arquivo ao Fiscal Manager diretamente que se encarregará de fazer todo o serviço de comunicação com o Fisco e a contingência, automaticamente.

    Caso a swhouse não disponha de um gerador de XML para NFC-e, pode chamar diretamente as novas funções de NFC-e que se comunica com o Fiscal Manager e faz toda a transação, inclusive gera o layout da DANFE e faz a impressão da mesma.

    O método direto necessita que a aplicação seja remodelada para as novas tecnologias: NFC-e/SAT, e os relatórios do ECF não estão disponíveis, pois o ECF Virtual não é utilizado.

    Use o método direto por XML ou DLL NATIVA:

    • Quando desejar maior controle dos dispositivos, ou
    • Quando já possua um gerador de XML e deseja usar os serviços na nuvem.

     

    Use o método de Compatibilidade com ECF:

    • Quando precise ir rapidamente ao mercado sem alterar demasiado sua aplicação atual, ou
    • Deseja compatibilizar sua aplicação rapidamente e a baixo custo até dominar a tecnologia, ou
    • Atua em mais de um estado e a legislação é diferente em cada um deles, ou
    • Deseja aguardar a estabilização das tecnologias e da legislação até decidir atualizar sua aplicação.

    Concluindo, com a Plataforma Fiscal Bematech para NFC-e, SAT e ECF, o parceiro desenvolvedor pode ir ao mercado com rapidez e baixo custo, preservando ainda a operação do ponto de venda se usar o modo de compatibilidade ou então tirar o máximo proveito das novas tecnologias utilizando o método direto.

    Você escolhe o que é melhor para seu negócio.

    ecf,legislação,paf-ecf,pdv,fisco,ecf mfd,varejo,MP 4200 TH,NFC-e,SAT,Plataforma Fiscal,CF-e

     

Nenhum comentário

Faça Login ou Cadastre-se para comentar

 

Copyright © 2011 Bematech S.A. Todos os direitos reservados.

Powered by Cinq Technologies